Toda refeição do dia tem a sua importância, mas o almoço muitas vezes se torna o vilão quando o assunto é perda de peso. Cheia de nutrientes, essa refeição deveria ser priorizada para diminuir a vontade de atacar a geladeira ao final do dia. Cortar o arroz, feijão e diminuir a quantidade de comida são algumas estratégias que podem prejudicar tanto o emagrecimento quanto a qualidade de vida.

Muitas pessoas relatam que, à noite, sentem muita fome e cometem excessos nesse período. Normalmente, isso acontece quando o almoço foi deixado de lado. Alimentar-se adequadamente, tanto em quantidades quanto em qualidade, nos fornecerá energia suficiente para o bom funcionamento do corpo. Por isso, invista no seu prato, coma bem, alimentos de verdade. Assim, você vai acabar deixando de lado o pãozinho e a vontade de comer doce no final do dia.

Dicas para montar um prato saudável sem exageros:

Antes de se servir, dê uma olhada em todas as opções de pratos quentes e frios disponíveis para já escolher o que for pegar.

50% hortaliças

Entram nesse grupo as folhas como a alface, rúcula, e as verduras como cenoura, beterraba. São ricos em vitaminas, fibras e aumentam a sensação de saciedade. Consuma 3 porções de folhosos ou verduras, de preferência crus.

Sugestão: Brócolis (fonte de cálcio), couve (fonte de ferro); cenoura (fonte de vitamina A).

25% proteína

Fazem parte desse grupo os ovos e as carnes. Tem papel importante na formação dos músculos, ossos, cabelos, unhas e na produção de hormônios e enzimas. Escolha cortes magros e procure consumir grelhados ou assados – evitando as frituras.

Sugestão: Peixes (fonte de ômega-3); carne de frango (fonte de vitaminas do complexo B), Ovo (fonte de vitamina D).

12% leguminosas

Nesse grupo estão todos os tipos de feijão, lentilha e grão de bico. São alimentos ricos em vitaminas do complexo B, que ajudam a equilibrar a ansiedade, estresse, fadiga e concentração. Outro benefício das leguminosas são as proteínas. Apesar de ser uma proteína vegetal, é de extrema importância para pessoa que não consomem carnes.

Lentilha (fonte de ácido fólico); grão de bico (fonte de cálcio); feijões (fonte de ferro).

12% carboidratos

Entram nesse grupo pão, arroz, massa em geral, milho, batata, batata doce, mandioca e farinhas. São alimentos energéticos e ricos em vitaminas e minerais.

Sugestão: quinoa e arroz integral (fonte de vitaminas do complexo B); aveia (fonte de fibras); batata doce (fonte de fibras); inhame (fonte de potássio)

Não se esqueça de que quanto mais colorido for o seu prato, mais nutritivo e saudável ele será!

Prontinho, dessa forma você terá uma refeição de qualidade e muito mais disposição ao longo do dia!